.
06/03/15

Suplementos, vale a pena o investimento ?

A primeira coisa que costumam a perguntar quando surge o “emagrecimento” ou a “definição” ou, simplificando MUDANÇA no corpo de alguém. Aquela perguntinha básica: “quais suplementos você usa?”. Dos milhares de suplementos para ganhar massa muscular que existem, se fosse possível escolher apenas cinco, quais são os melhores e quais realmente valem o investimento ? Vou […]

A primeira coisa que costumam a perguntar quando surge o “emagrecimento” ou a “definição” ou, simplificando MUDANÇA no corpo de alguém. Aquela perguntinha básica: “quais suplementos você usa?”.

Dos milhares de suplementos para ganhar massa muscular que existem, se fosse possível escolher apenas cinco, quais são os melhores e quais realmente valem o investimento ? Vou contar detalhes do que precisam saber para não jogarem dinheiro no lixo na hora de comprar suplementos e ainda maximizar os seus resultados evitando placebos !

 

1 – Proteínas em pó

Porque valem a pena: proteínas em pó (whey, caseína, albumina, etc…) são simplesmente alimentos em pó que conseguem fornecer uma grande quantidade de proteína de uma maneira mais conveniente que refeições sólidas. Como usar corretamente: suplementos proteicos – incluindo o whey protein – podem ser usados em qualquer horário do dia onde uma refeição sólida contendo proteína seria bem vinda. Pontos negativos: Algumas proteínas em pó podem custar relativamente caro, fazendo com que refeições sólidas na maioria das vezes tenham maior custo-benefício. Proteínas em pó não são sinônimos de maiores resultados, são sinônimos de maior comodidade.

 

2 – Creatina

Porque vale a pena: creatina é um dos suplementos mais estudados no mundo e tem a sua eficácia comprovada cientificamente. A creatina é um dos poucos suplementos que pode prometer aumento de força e explosão muscular e realmente cumprir, mesmo sendo natural e sem efeitos colaterais. Como usar corretamente: tome no máximo 5 gramas de creatina em qualquer horário do dia. A creatina funcionará através do acúmulo total no organismo e não por ser tomada em horários específicos do dia. Pontos negativos: algumas pessoas simplesmente não conseguem “segurar” uma quantidade significativa de creatina no organismo, fazendo com que o suplemento não gere os efeitos esperados.

3 – Multivitamínico

Porque vale a pena: pessoas comuns conseguem suprir toda a sua necessidade por vitaminas e minerais através da dieta. Porém, pessoas que treinam pesado e exigem muito mais do organismo, correm um risco maior de deficiências em certos nutrientes. Ao usar um multivitamínico você garante que todos os processos do organismo estarão em pleno funcionamento. Garantindo a máxima recuperação, construção muscular e ainda auxiliando o sistema imunológico. Como usar corretamente: tomar a dosagem indicada no produto (cada multivitamínico possui uma diferente) preferencialmente durante uma refeição mista (com proteínas, carboidratos e gordura). Isto maximizará a absorção de certos nutrientes. Pontos negativos: existem muitas marcas de multivitamínicos que seguem a indicação defasada dos órgãos de saúde para decidir quantas vitaminas e minerais você precisa, sendo que pessoas que treinam, às vezes, necessitam de muito mais. Com isto dito, para comprar um multivitamínico que preste você terá que desembolsar mais e os bons não são tão fáceis de achar no Brasil.

4 – Cafeína

 

Porque vale a pena: a cafeína (o principal ingrediente em 99% dos suplementos pré-treinos) é outra substância com eficácia comprovada cientificamente que pode melhorar a força, resistência muscular, performance anaeróbica e de quebra acelerar o metabolismo. Como usar corretamente: através do café: uma xícara grande de café 30 minutos antes do treino já é o suficiente para gerar os efeitos esperados. Através de suplementos pré-treino: siga a orientação expressa no rótulo do produto (cada produto possui concentrações diferentes e formulações diferentes). Através de cápsulas de cafeína: 100 a 200mg 30 minutos antes do treino. Pontos negativos: algumas pessoas são sensíveis demais a cafeína, pessoas sensíveis poderão sofrer efeitos colaterais como ansiedade, tremores e insônia ao usar cafeína. Portanto, ao começar a usar, sempre inicie com doses menores para verificar sua sensibilidade. O organismo tende a criar resistência, o bem estar e aumento de força gerado pela cafeína é visível desde o primeiro dia. Contudo, com o tempo, o corpo tende a se acostumar e cria resistência, fazendo você parar de sentir os efeitos benéficos. E não adianta aumentar a dose – apesar de voltar a sentir os efeitos temporariamente, os colaterais e riscos não valem a pena. Lembrando que estamos falando de suplementos e um conselho que eu dou é: NUNCA TROQUE UMA ALIMENTAÇÃO BALANCEADA POR ESSAS “BESTEIRAS”, proteína, carbo e muitas outras vitaminas vocês encontram em alimentos simples do nosso dia-a-dia. Espero que vocês tenham gostado, se gostaram indiquem o blog, compartilhem e nos sigam nas redes sociais.

Postado por:
Patricia

Fique por dentro das novidades do blog. Assine nossa
Newsletter

Paty

Sagitariana, 24 anos, mãe de dois gatos, noiva, sonhadora, formada em Maquiadora Profissional pelo SENAC, ama tudo relacionado ao universo feminino.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *