.
15/12/16

VOCÊ SABE DA ONDE SURGIU O BATOM?

Olás amigas, tudo bem com vocês? O post de hoje é para falar sobre batom, sim tenho certeza que você assim como eu ama muito, mas e aí você sabe da onde surgiu o batom? Sabe quando surgiu?  Então corre conferir. 5.000 Antes de Cristo surgiu indícios do uso de algo para pigmentar os lábios. […]

Olás amigas, tudo bem com vocês?
O post de hoje é para falar sobre batom, sim tenho certeza que você assim como eu ama muito, mas e aí você sabe da onde surgiu o batom? Sabe quando surgiu?  Então corre conferir.

5.000 Antes de Cristo surgiu indícios do uso de algo para pigmentar os lábios. Tratava-se de uma substância natural denominada de “Púrpura Tyr”, usada pelas mulheres das altas classes sociais, a qual era capaz de realçar significadamente a cor de seus lábios.
Algum tempo depois, também na civilização dos faraós foi criada a pigmentação vermelha, obtida a partir do óxido de ferro.

PIGMENTO DE ÓXIDO DE FERRO

Durante vários séculos usar algo para colorir os lábios foi um sinônimo de sensualidade e más intenções. Na Grécia, durante o século II, foi criada uma lei onde proibia as mulheres de usar pigmentações na boca antes do casamento.
Anos depois em 1.770 na Inglaterra acabou proibindo de vez a tal prática, a explicação era simples: moças que coloriam os lábios tinha um grande poder de sedução capaz de enganar os homens.
Nessa época, somente prostitutas e algumas atrizes extravagantes faziam uso dos pigmentos.



O nome BATOM surgiu de uma palavra de origem francesa e significa bastão, a denominação surgiu a partir da criação do perfumista Rhocopis, pois o mesmo colocou o produto em uma embalagem cilíndrica de papel de seda, algo parecido com um bastão.

Foi no começo do século XX que o batom conquistou seu lugar na lista de objetos indispensáveis da mulherada, época em que o mesmo começou a ser vendido embalado num tubo e vendido em cartucho na cidade de Paris. Então sim, o primeiro país a vender batons foi a França ou melhor a primeira capital a vender batons foi Paris.

 


O formato dos batons também passou por processos de modernização. Por volta do ano de 1915, apareceu nos Estados Unidos um derivado do “baton serviteur”: um colorante labial em forma de um pequeno tubo metálico. A sua aceitação na América do Norte foi quase instantânea. Em 1921 a revista Vogue publicitava esse “tubinho” como um acessório de elegância que todas as mulheres de classe deveriam possuir.


A fórmula sólida do batom só teve início na década de 1930. Mesmo assim a receita básica não sofreu radicais mudanças. Ela é, até hoje, uma dispersão de cores em uma base gordurosa, permitindo assim a fácil aplicação de uma camada uniforme.

Hoje temos diversas opções no mercado, e claro não somos mais julgadas por um batom.

Na época eles achavam que as “moças que coloriam os lábios tinha um grande poder de sedução capaz de enganar os homens”.

Hoje eu acho, ou melhor tenho certeza que “moças que realçam sua beleza com a maquiagem é capaz de chegar onde quiserem”. 

A mulher é capaz de ser o que ela quiser.

E aí você já conhecia a história do batom? Se não, comente aqui embaixo o que achou.

 

Beijos.

Postado por:
Patricia

Fique por dentro das novidades do blog. Assine nossa
Newsletter

Paty

Sagitariana, 24 anos, mãe de dois gatos, noiva, sonhadora, formada em Maquiadora Profissional pelo SENAC, ama tudo relacionado ao universo feminino.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *